São José de Anchieta, confessor

Sacerdote, confessor, missionário e apóstolo do Brasil. Fundador da primeira congregação do país

Nascimento
19 de março de 1534 em San Cristóbal de La Laguna, Canárias, Espanha

Morte
9 de junho de 1597 em Iriritiba, Estado do Brasil, Império Português (63 anos)

Beatificação
22 de junho de 1980 pelo Papa João Paulo II

Canonização
3 de abril de 2014 pelo Papa Francisco

Festa Litúrgica
9 de junho

Onde foi Congregado
Congregado em Portugal. Fundador de Congregações na Bahia

São José de Anchieta , S.J. foi um padre jesuíta espanhol, santo da Igreja Católica e um dos fundadores da Cidade de São Paulo. É conhecido como o Apóstolo do Brasil por ter sido um dos pioneiros na introdução do cristianismo no país. Foi o primeiro dramaturgo, gramático e poeta nascido nas Ilhas Canárias e um dos primeiros autores da literatura brasileira além de ser o patrono da cadeira de número um da Academia Brasileira de Música.

Acerca da sua infância, nasceu no arquipélago das Canárias, era filho de João Lopéz de Anchieta e de Mência Diaz de Clavijo y Llarena, que era descendente da nobreza canária. Foi batizado em 07/04/1534 na Paróquia de Nossa Senhora dos Remédios (atual Catedral de San Cristóbal de La Laguna). Seu pai foi um revolucionário basco que tomou parte na revolta dos Comuneros contra o Imperador Carlos V, na Espanha, e um grande devoto da Virgem Maria.

Na sua juventude, viveu até os quatorze anos, quando se mudou para Coimbra, em Portugal, para estudar filosofia no Real Colégio das Artes e Humanidades. A ascendência judaica foi o fator determinante para que o enviassem para Portugal. Entrou para a Companhia de Jesus em 01/05/1551, como noviço. Atuou no Brasil por meio de missões. Sua chegada se deu em 13/06/1553 em Salvador, na Capitania da Baía de Todos os Santos. Partiu para São Vicente no começo de outubro juntamente do padre jesuíta Leonardo Nunes. Anchieta abriu o caminho dos sertão aprendendo a língua tupi, catequizando e ensinando latim aos índios. Participou da fundação, em 25/01/1554 (data de conversão do apóstolo Paulo) do Colégio de São Paulo, no planalto e Piratininga, e foi regente desse colégio e esse mesmo colégio que foi também o embrião da cidade de São Paulo

A 25 de Janeiro do Ano do Senhor de 1554 celebramos, em paupérrima e estreitíssima casinha, a primeira missa, no dia da conversão do Apóstolo São Paulo, e, por isso, a ele dedicamos nossa casa!

Realizou diversas outras missões no litoral paulista, onde cuidava não só da educação e catequização dos indígenas, como da defesa deles contra o abuso dos colonizadores portugueses. Realizou também missões no Rio de Janeiro, no ano de 1566, onde chegou a ficar encarregado de informar o governador Mem de Sá sobre a situação da guerra contra os franceses e pedir um possível reforço português e ainda nesse ano foi ordenado sacerdote aos 32 anos de idade. No estado de Espírito Santo, em 1569, fundou a povoação de Reritiba (ou Iriritiba), atual Anchieta e no ano de 1577 foi nomeado Provincial da Companhia de Jesus no Brasil.

Sua beatificação foi iniciada na Capitania da Bahia em 1617 mas só foi concluída em Junho de 1980 pelo Papa João Paulo II e sua canonização se deu em 27 de fevereiro de 2014 pelo Papa Francisco, sendo a sexta canonização do Santo Padre e segundo jesuíta por ele canonizado.

São José de Anchieta fundou a primeira Congregação Mariana no Brasil, em 1583, no Colégio dos Jesuítas na Bahia.

Loading Likes...

Artigos Relacionados