A Nossa Senhora do Cabo

Virgem mãe do mesmo Deus!
Virgem filha de teu Filho!
Não há estrela de mais brilho
nesses céus!

D’olhar fito nesse olhar,
d’olhos fito nesses olhos,
não há baixos, não há escolhos
neste mar!

Vem a onda, sobrevem
nova onda; e nada teme
quem te vê guiando o leme,
Virgem mãe!

Tu guardaste em gozo e dor
sempre n’alma a paz d’um templo!
foste em vida nosso exemplo,
Mãe de amor!

Navegando, mas de pé,
neste mar, cavado embora,
vou na barca salvadora,
que é a fé!

Não me assusta a multidão
de inimigos que me agride:
contra a Torre de David
tudo é vão!

Por feroz que esteja o mar,
de repende forma um lago
Basta um só reflexo vago
d’este olhar!

Esse olhar é quem a mim
me encaminha e me socorre!
o meu norte é só a Torre
De Marfim!

Meu farol, refúgio meu,
sol que dia e noite brilha
Mãe de Deus e de Deus Filha!
Mãe do Céu!

João de Deus, †1896

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *