Congregados Marianos

Senhora! Eis a parada augusta e santa
que tem feição marcial, mas vibra e canta
em manifesto amor e devoção!
Tem por bandeira – um manto desfraldado
por símbolo – Teu nome imaculado!
por guia – o coração!

São eles – os congregados! São teus filhos,
louvando nos mais ternos estribilhos
teu nome, cujos ecos não tem fim;
Os corações nos peitos são tambores!
Não ouves? Estes hinos e clamores
tem timbres de clarim!

São eles, teus vassalos, ó Maria,
que lançam pelo Século, à porfia,
o brado dos Cruzados: “Pela Fé!”
E em meio da mais fria indiferença,
ante o torpor da plebe que não pensa,
eles se erguem, de pé!

Não vês, Senhora, é marcha soberana
dos jovens da falange mariana
que pelo mundo lutando vão;
Rainha – tens as galas de um cortejo,
E Mãe – pedes somente um puro beijo
A quem Te pede a mão.

Desfralda inda uma vez Teu régio manto!
Acende a estes teu Reino Santo
A eterna luz da Crença – o olhar de Deus!
Conduze teu exército aguerrido
nas lutas da Fé jamais vencido
À Glória de Teus céus!

Raul Maia Júnior

Loading Likes...

Artigos Relacionados