Cancioneiro Mariano

Nesta página estão dispostas algumas músicas populares próprias das congregações marianas no Brasil.

 

 

Hino da Congregação Mariana

Do Prata ao Amazonas,
do mar às cordilheiras,
cerremos as fileiras,
soldados do Senhor!

O nome teu, Maria,
ó Virgem Soberana,
nos une e nos irmana,
nos dá força e valor,
nos dá força e valor!

O averno ruge, enfurecido,
Altar e Trono quer destruídos
Da vida entramos, na luta ardida,
Por Deus pugnamos, por nossa vida

Tu nos proteges, ó Mãe Potente,
Contra a inimiga e cruel serpente
De mil soldados, não teme a espada
Quem pugna à sombra da Imaculada

Dum ideal celeste, seguimos os encantos.
Vendo em amargos prantos a terra esmorecer.
Seguirmos a Maria, será nossa ventura,
seus filhos, Virgem Pura,
sempre queremos ser,
sempre queremos ser!

 

Ó Mãe Querida

Ó Mãe querida aos vossos pés um dia
Quisemos nosso amor vos consagrar.
Somos filhos devotos de Maria,
Assim juramos junto ao vosso altar!

Cada um de nós a vós pertence
Guardai-nos sempre em vosso coração!
E neste puro amor que tudo vence
Encontraremos força e proteção!

O Brasil nas estrelas do Cruzeiro
O nome de Maria vê brilhar;
No coração do povo brasileiro
O vosso amor, ó Mãe, há de reinar! (bis)

A fita azul será nossa bandeira
Penhor do vosso puro e santo amor,
A medalha que é nossa companheira,
Aumentará em nós sempre o fervor.

Se na luta faltar-nos a coragem,
O vosso amor virá nos socorrer:
Beijando na medalha a doce imagem
Da Mãe querida, havemos de vencer!

 

Fita Azul

Fita azul que trago em meu peito
Que alegre um dia recebi,
Devo levar com amor e com respeito
Ser Mariano fiel eu prometi.

Levarei como um sinal em meu peito
A ostentar que sou filho de Maria
E o dever sagrado que tenho,
De todo mal combater.
E por Jesus, se preciso, a vida dar
E a Maria, nossa Mãe, glorificar.

O ideal de todo congregado,
É o de ter um mundo a conquistar,
No sagrado dever de a Deus sempre amar
Por Jesus e Maria sem fim trabalhar.

Trabalhar desde a mocidade,
Praticando a Lei da Caridade
Avante, mariano, avante!
Por Maria, muitas almas levar a Jesus (bis)

 

Levantai-vos falanges da virgem

Levantai-vos, falanges da Virgem.
Pela causa da Mãe de Jesus:
Eia, avante, o Brasil vos espera:
Ou vencer ou morrer pela Cruz! (bis)

Concentrai vossas densas fileiras
Matizadas de azul celestial,
Congregados ! Vós sois baluarte
Contra as hostes do inferno e do mal

Convertei nossa Pátria bendita
Em um templo de paz e de amor ;
Seja o peito de cada mariano
Um altar consagrado ao Senhor

Neste céu de procelas sombrio,
Vossa fita é uma nesga de anil,
Neste mar agitado e fremente
Vosso escudo é o farol do Brasil !

 

Ó minha linda fita azul

Ó minha linda fita azul
tão azul, cor do céu do anil
É uma nesga do manto de Maria
abraçando a mocidade do Brasil

Amo e amo tanto a minha fita azul
tão azul, que bela cor do céu de anil
Cor do manto azul da Mãe Aparecida
A Rainha soberana do Brasil

Quando a recebi jurei trazê-la sempre
e das mãos de um padre em mim eu vi cair
Tanto amor senti que fiz esta promessa:
No meu peito, até o Céu, ela vir

Esta mocidade toda espera ouvir
ostentando no peito a fita azul do anil
Repetir mil vezes um “Salve Maria”
Nossa Saudação Mariana no Brasil

 

Sou Mariano

“Salve Maria” seja o nosso brado
A fita azul a nossa proteção
Avante! Vamos! Batalhão Sagrado
Em nome da Virgem da Conceição

Sou Mariano, filho de Maria
A vós, ó Virgem, quero pertencer
A fita azul, com santa ufania,
trarei no peito em todo meu viver.

Sou mariano, minha alegria
A minha glória sempre há de ser:
ser bom filho da Virgem Maria,
sob seu manto eu quero morrer.

Sou mariano, sede minha guia
Guardai-me sempre sob vosso olhar
E ao findar meu derradeiro dia
Eu possa em vós tranquilo repousar

 

Hino das Filhas de Maria

Eu prometi, sou filha de Maria,
de meu Jesus por Mãe a recebi;
Ama-la-ei na dor e na alegria,
É minha Mãe! amor lhe prometi.

Eu prometi, fiel serei
por toda a vida, à minha Mãe querida;

Eu prometi, fiel serei.
Que ditosa alegria! Filha sou de Maria!

Eu prometi ó Mãe Imaculada,
do vão prazer fugir, quero o ardor;
Com teu poder, ó Virgem ilibada,
quebrantarei do inferno o furor.

Eu prometi, evitarei ser prêsa
da tentação que sempre expelirei;
A bela flor da virginal pureza,
com minha Mãe, feliz sempre amarei.

Eu prometi, ó Mãe de formosura,
sereis para mim espelho de fervor,
D’ardente fé, d’humilde e candura,
de mansidão, de puro , santo amor.

Eu prometi ó doce e casta Virgem,
no coração com fiel ardor;
conservarei a vossa bela imagem,
antes morrer que perder tal fervor.

Eu prometi na última agonia,
Chamar-vos-ei, ó Mãe de coração;
E voarei, que dita, que alegria,
em vosso nome, à celestial mansão.

 

Salve, ó Mãe, Salve Virgem Santíssima

Salve, ó Mãe, salve, ó Virgem Santíssima!
Do universo portento, primor!
Mais esplendida glória que a tua
Tem só Deus, do universo o Senhor (bis)

Lá no Èden entre os nimbos funestos
quis estender a serpente infernal
fôste a Estrela por Deus prometida
Fôste já da esperança o fanal.

Mistériosa justiça nos prende
toda a raça, ao pecado de Adão
Essa lei, implantada, anulou-se
em tua santa e feliz Conceição.

A inefável ventura que tiveste
vindo o Verbo em teu seio encarnar
irmanou-se em grandeza tão alta
a profunda humildade sem par.

Do presepio ao calvário, sem tréguas
foi tua vida um martírio cruel
o antever os suplícios, a morte
que a teu filho infligiu Israel.

Mas tão doce mudez complacente
tributaste ao disposto por Deus
que o martírio doutou-te o diadema
de Senhora e Rainha dos Céus.

Salve, pois, Mãe e Virgem sem mácula
do universo portento, primor!
lá no céu maior glória que a tua
tem só Deus, do universo Senhor.

 

Hino à Senhora do Brasil

Ó Maria Imaculada
Do Brasil protetora e carinhosa Mãe
Seremos filhos teus, da pátria brasileira
Sempre e sempre fiéis a Deus
A sacrossanta lei da inclita bandeira
De Jesus seu divino Rei (bis)

É nossa pátria desde o berço
Terra feliz de Santa Cruz
A fé romana é seu escudo,
É seu conforto e sua luz.

Volve teus olhos compassivos
A este povo que teu é ;
E não permitas, ó Maria,
Que de Jesús renegue a fé.

Nunca seremos tão ingratos
A nosso Deus, a nosso rei,
Mas de viver te prometemos
Sempre fiéis à sua lei.

Seja esta fé nossa esperança,
Nos transes da hora fatal;
Todos de Ti gozar iremos
Em nossa Pátria celestial.

 

Santa Igreja Romana Católica

Santa Igreja, Romana, Católica
Una, excelsa, divina, imortal
Que conservas a fé apostólica
E as promessas da vida eternal!

Nós te amamos! Nós somos teus filhos!
Em teu seio queremos viver,
E, da luz que nos dás entre os brilhos,
Nos teus braços maternos morrer!

Sobre a rocha de Pedro invencível
Tu abranges a terra e os céus;
Na doutrina de Cristo infalível
Tua força, é a força de Deus!

Por ti desce a torrente divina
Da verdade suprema e eternal,
Essa forte e sublime doutrina,
Tão perfeita, que não tem igual!

Do martírio o almo sangue fecundo,
Deu-te vida, expansão e vigor,
São modelos teus santos pra o mundo
Do heroísmo no bem e no amor.

Loading Likes...

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *