Existe um nome

Existe um nome que consola a Terra
e que descerra da tristeza o véu,
bem como a aurora, que reluz brilhante,
que fulgurante surge lá no céu.

Existe um nome que dissipa as dores,
que aos pecadores quer dizer – perdão;
como o farol, que lá se vê nos mares,
que indica os lares que buscando vão.

Existe um nome que mil bens derrama,
que ateia a chama do divino amor,
como ao orvalho, que das nuvens desce,
a planta cresce, se desdobra a flor.

Jamais debalde o invocou a mente,
jamais o crente o repetiu em vão.
Jamais ao trono se elevou superno
e que o Eterno lhe dissesse – não.

Prostrai-vos, anjos, aos seus pés divinos
e vossos hinos ofertai conosco;
um novo canto lhe entoai sonoro
e a Terra em coro cantará convosco.

É o nome augusto que o céu imenso
recebe o incenso que se eleva a Deus,
MARIA – é o nome em que Deus resume
todo o perfume dos amores seus

D. Antonio de Macedo Costa

 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *