Visita ao Cemitério São João Batista

O catecismo maior de São Pio X diz no número 277 sobre para quem devemos rezar:

Devemos orar por todos; isto é, por nós mesmos pelos nossos parentes, superiores,
benfeitores, amigos e inimigos; pela conversão dos pobres pecadores, daqueles que estão
fora da verdadeira Igreja, e pelas benditas almas do Purgatório.

E, ainda, no número 788:

Devemos orar por todos; isto é, por nós mesmos pelos nossos parentes, superiores,
benfeitores, amigos e inimigos; pela conversão dos pobres pecadores, daqueles que estão
fora da verdadeira Igreja, e pelas benditas almas do Purgatório.

São Francisco de Sales nos diz que mais valem as oração que as lágrimas pelos parentes e amigos falecidos:

Vós que chorais inconsoláveis a perda de vossos entes queridos, eu não vos proíbo de chorar, não! Chorai, mas procurai adoçar vossas lágrimas com o suave bálsamo da oração que muito mais do que todas as demonstrações exteriores de pesar, pode concorrer para aliviar as almas que a morte vos arrebatou.

E não só ele, mas muitos outros santos no decorrer da história da Igreja sempre alertaram a respeito da importância da oração pelas santas almas do purgatório, de modo que suas penas sejam aliviadas e mais brevemente tenham a glória eterna.

As Congregações Marianas, vide sua regra de vida, sempre tiveram especial cuidado para com as almas dos fiéis defuntos, especialmente dos congregados já falecidos. Eis mais um grande benefício desta congregação de Nossa Senhora: a certeza da oração de outros congregados após a sua morte.

A Seção de Caridade da Congregação Mariana realizou no último domingo, 12 de agosto de 2018, dia dos pais, uma visita ao cemitério São João Batista, em cuja capela os congregados se reuniram para rezar o terço e depois para rezar pelas almas dos parentes e amigos falecidos, visitando alguns jazigos. Algumas fotos a seguir:

 

Loading Likes...

Artigos Relacionados