S. Gabriel Lalemant, mártir

SOJ Saint Gabriel-Lallemant.jpg

Mártir no Canadá e sacerdote.

Nascimento
03/10/1610, em Paris, França

Morte
17/03/1649, em São Ignácio, Waubashene, perto de Tay, Ontário)

Canonização
29/06/1930, em Roma, Pelo Papa XI

Festa Litúrgica
26 de Setembro

Onde Foi Congregado
Colégio dos Jesuítas em Paris, França

São Gabriel Lalemant foi um missionário jesuíta na Nova França. Era filho de um jurista francês e sua esposa; era o terceiro de 6 filhos, e desse total, 5 seguiram para a vida religiosa.

Em 1630 juntou-se aos jesuítas e em 1632 fez os votos de que se dedicaria às missões estrangeiras. Chegou a ensinar no Collège em Moulins entre os anos de 1632-1635. Estudou teologia em Bourges nos anos de 1635-1639 e nessa mesma cidade foi ordenado sacerdote no ano de 1638. Várias vezes teve seus pedidos de ir para a Nova França negados por seus superiores, principalmente por causa de sua saúde precária. Como ele tinha dois tios que eram jesuítas, Charles Lalemant, que era superior das missões no Canadá, e Jerôme Lalemant que era vigário geral de Quebec, o primeiro interveio em nome de Gabriel.

Em 09/1646, Gabriel chegou a Quebec, passou os primeiros meses estudando a língua e os costumes huronianos. Padre Bressani, que era um companheiro missionário na Nova França, referiu-se à São Gabriel como um homem de constituição extremamente frágil. Sua vida em

Quebec começa com dois anos trabalhando tanto na cidade como nos arredores além do centro comercial de Trois Rivières até que, em 09/1648 foi enviado para Wendake como assistente do padre Jean de Brebéuf e foi colocado em missão em Sainte-Marie entre os Hurons e em 02/1649 substituiu Noël Chabanel na missão de Saint Louis.

Seu martírio aconteceu quando 1.200 iroqueses atacaram o assentamento de Santo Inácio. Alguns sobreviventes escaparam para avisar a aldeia de Saint Louis e 80 guerreiros lutaram para atrasar os iroqueses, e dentre esses 80 estavam Lalemant e Brébeuf que foram capturados, levados para a missão próxima em Saint Ignace, foram torturados antes de serem mortos.

Loading Likes...

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *