S. Paulo Chong Hasang, mártir

Resultado de imagem para são paulo hasang

Mártir na Coréia e sacerdote.

Nascimento
1794 ou 1795, em Seul, na Coréia

Morte
22/09/1839, em Seul, na Coréia

Canonização
1984, em Roma, pelo Papa João Paulo II

Festa Litúrgica
22 de Setembro

Onde Foi Congregado
Em Macau, na China

São Paulo Chong Hasang foi um incansável pregador do evangelho além de ser um grande responsável por inúmeras conversões e também grande colaborador de Santo André Kim.

O santo era filho do mártir Augustine Jeong Yak-Jong e sobrinho do renomado filósofo John Jeong Yak-Yong, que foi um dos primeiros convertidos na Coréia, que escreveu o primeiro catecismo para a Igreja Católica no País intitulado Jugyo Yoji.

Quando cresceu, ele escolheu se tornar um servo de um intérprete do governo, permitindo que ele viajasse a Pequim diversas vezes. Em uma dessas viagens, ele pediu ao bispo de Pequim que enviasse sacerdotes para a Coréia, e São Paulo acabou escrevendo para o papa Gregório XVI por intermédio do bispo pedindo o estabelecimento de uma diocese na Coréia, que acabou acontecendo em 1825 com o envio do bispo Laurent-Marie-Joseph Imbert e mais dois padres.

O bispo achou que Hasang era talentoso, virtuoso e zeloso, acabando por ensiná-lo latim e teologia, e quando ia ordená-lo sacerdote, uma perseguição eclodiu. Isso acabou por dificultar ainda mais a pregação do Evangelho, mas isso não o impediu. Entre os anos de 1785 e 1882, assim como várias pessoas foram convertidas, mais de 10.000 fieis foram martirizados.

Durante essa perseguição, São Paulo foi capturado, mesmo assim ele ainda entregou uma declaração por escrito defendendo o catolicismo e o juiz, depois de lê-lo, afirmou: “Estás certo no que aqui escreves, porém, tua religião aqui é proibida pelo rei, logo, é dever teu renunciá-la”. E eis que a resposta do santo foi: “Disse-lhe eu que Cristão sou e assim serei até o momento de minha morte”.

Após esse episódio, Hasang passou por diversas sessões de torturas, mas mesmo assim seu semblante permaneceu inalterado até que finalmente foi pregado à Cruz. Antes de morrer falou as seguintes palavras: “Peço-vos, caríssimos, não deixeis de lado o amor fraternal, além disso, ajudai-vos uns aos outros a perseverarem até que o Senhor tenha piedade de nós e afaste a tribulação”. São Paulo Chong encontrou a morte com 45 anos.

Loading Likes...

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *