Início

Reconquista – Parte Final (20/09/20)

Parte final da série de aulas sobre as guerras de Reconquista entre cristãos e muçulmanos na Península Ibérica.

Reconquista (30/08/2020)

Aula sobre a Reconquista – Os primeiros Reinos Cristãos e o Domínio do Islã na Península Ibérica

As sete palavras – Sentido e frutos espirituais (16/08/20)

Pregado à cruz, enquanto cumpria a Redenção do gênero humano, Nosso Senhor deu o último e maior de seus sermões: sete curtas frases, mas insondáveis em profundidade, em que se mostraram consumadas todas as coisas que haviam sido escritas pelos Profetas a respeito de Cristo.

Curso para a Consagração a Nossa Senhora

A Congregação Mariana da Imaculada Conceição promoverá a partir de 15 de agosto um curso online de preparação para a Consagração a Nossa Senhora segundo o método de São Luís Maria Grignion de Montfort. O curso visa instruir e preparar os católicos para uma mais terna, profunda, consciente e santa devoção a Nossa Senhora, apoiando-se na mariologia tradicional e nos ensinamentos dos santos marianos, em especial São Bernardo, Santo Afonso de Ligório e São Luís Maria Grignion de Montfort.

Sacrifício da Justiça – Ensinamentos de S. Afonso sobre a Santa Missa (02/08/20)

A oração mental é prática da vida interior mais importante àqueles que, ainda travando o combate contra o pecado e contra si mesmos, tomam a resolução de aprofundar-se no amor a Cristo e em sua imitação. Nos Exercícios Espirituais, Santo Inácio não somente nos conduz à Oração Mental, mas nos propõe um método para sua prática, sugerindo e esquematizando os preâmbulos, as considerações e dando conselhos e orientações muito úteis para a prática da meditação e da contemplação.

Oração Mental – Meditação e Contemplação no método de S. Inácio (26/07/20)

A oração mental é prática da vida interior mais importante àqueles que, ainda travando o combate contra o pecado e contra si mesmos, tomam a resolução de aprofundar-se no amor a Cristo e em sua imitação. Nos Exercícios Espirituais, Santo Inácio não somente nos conduz à Oração Mental, mas nos propõe um método para sua prática, sugerindo e esquematizando os preâmbulos, as considerações e dando conselhos e orientações muito úteis para a prática da meditação e da contemplação.

Amar e Servir — Exames e Penitência nos Exercícios Espirituais (19/07/20)

Tendo estudado na semana anterior a essência dos Exercícios Espirituais, descritos especialmente em suas anotações e Fundamento, nesse Domingo continuaremos a nos aprofundar na espiritualidade de Santo Inácio detendo-nos sobre três dos seus principais elementos práticos: Os exames (particular e geral), a penitência e, em particular, a oração mental, ou meditação

Não a paz, mas a espada — Introdução aos Exercícios Espirituais (12/07/20)

Os Exercícios Espirituais de Santo Inácio, longe de serem apenas um guia para a prática do retiro, formam, na verdade um manual completo sobre a vida espiritual, versando sobre os elementos mais necessários da vida ascética e do crescimento no amor e na união com Deus para todos os fiéis, em especial para nós, herdeiros da espiritualidade do santo soldado de Azpeitia

A prática da oração – Considerações sobre a devoção (05/07/20)

A verdadeira devoção, segundo São Francisco de Sales, é o mais perfeito amor a Deus e torna a alma mais bela aos Seus olhos, aperfeiçoando os mais singelos atos de quem a cultiva.
De uma vida cada vez mais devota nascem atos sempre mais agradáveis a Deus, dentre os quais está, por excelência, a Oração, dita pelo mesmo santo como o meio pelo qual nós vamos até Deus, como uma forma de complementação aos sacramentos, pelos quais Deus vem até nós.
Tão importante é a Oração que Santo Afonso de Ligório é muito claro em dizer que “quem reza certamente se salva, quem não reza se condena”. Com ainda mais peso, diz Nosso Senhor Jesus Cristo que “é preciso rezar sempre e nunca descuidar” (Lc 18, 1), tamanha é a possibilidade de cairmos em tentação (Mt 25, 41).
Necessária é, portanto, a oração para a vida da alma, não só porque Deus deseja que o procuremos, mas porque Ele deseja também nos dar aquilo que precisamos e desejamos, conforme Sua Vontade.

Homo Missus a Deo – Vida de S. João Batista (28/06/20)

“Aqueles que esperam em Deus renovam suas forças. O mundo os ignora, desprezando reconhecer suas lágrimas e labutas, mas eles se recusam a diminuir seus esforços e sacrifícios em nome do Senhor. Eles compensam sua negligência por esforços mais assíduos, sua ingratidão por sacrifícios mais exaustivos” (Pe. Meyer). São João Batista, herdeiro do espírito de Elias, de profecia e ascética, apresenta-se como grande modelo de piedade que, segundo S. Francisco de Sales é a devoção, o amor de Deus bastante forte para nos determinar a agir cuidadosa, frequente e prontamente. Com efeito, esta verdadeira devoção o levou a uma grande perfeição, a ponto de imolar sua vida para dar testemunho da Luz, da Verdade: Nosso Senhor Jesus Cristo. Cheio do Espírito Santo desde o ventre materno, é um dos raros santos cujo nascimento é honrado na Liturgia da Igreja.

Sanguis et Aqua – Lições do Sagrado Coração e considerações sobre a Divina Misericórdia (21/06/20)

A devoção ao Sagrado Coração de Jesus, apesar de ter ganhado maior popularidade após o século XVII, encontra em todos os séculos eco da reverência e veneração da Igreja ao Coração de Nosso Senhor, símbolo de seu amor pelos homens e de sua misericórdia na obra da Redenção: “Um dos soldados traspassou-lhe o lado com uma lança, e imediatamente saiu sangue e água” (Jo 19, 34). Neste Domingo, iremos estudar sete lições que nos ensina e a que nos exorta o Sagrado Coração de Jesus para nossa vida interior e o crescimento de nosso amor a Deus, úteis em particular para o tempo em que vivemos. Faremos, também, algumas considerações para distinguir entre uma verdadeira e uma falsa devoção à Misericórdia Divina tomando por guia a devoção tradicional da Igreja a esse atributo de Deus.